Manguezais

Os Ecossistemas

Os manguezais por pertencerem a interface terra-mar são vulneráveis e estão fortemente ameaçados por processos naturais e antrópicos ligados a ocupação humana da zona costeira e ação de ondas, marés e  tempestades. Os produtos e serviços que os manguezais prestam à sociedade são amplamente compreendidos, e incluem proteção do litoral à erosão costeira, fontes e sumidouros  de carbono orgânico,  sedimentos  e produtividade animal e vegetal.  Pressões crescentes de desenvolvimento urbano e industrial na zona costeira, combinadas com as mudanças climáticas e elevação do nível do mar colocam em risco os produtos e serviços prestados pelos manguezais. A região norte-nordeste concentra as maiores áreas de manguezais do Brasil. Estas são áreas de grande importância ecológica para a região, mas ao mesmo tempo apresentam uma extrema vulnerabilidade à uma subida do nível do mar, visto que se desenvolveram em equilíbrio com o nível do mar atual. É portanto fundamental compreender como a heterogeneidade das diferentes ocorrências de manguezais na região norte-nordeste do Brasil, associada a diferentes histórias evolutivas e forçantes ambientais (marés, ondas, suprimento de sedimentos e nutrientes) determinam as caracteristicas dos mesmos e afetam suas respostas às mudanças no clima e no nível do mar. 

Objetivo Principal: avaliar a resiliência dos manguezais às variações climáticas e à subida do nível mar em suas diferentes escalas espaço-temporais. 

Coordenadores: Marcelo Cohen (UFPA) & Mario Soares (UERJ)

Abordagem Metodológica: sensoriamento remoto, análises isótopicas, geoquímica  multielementar, dendrocronologia e  estudos de campo de estrutura  florestal.